quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Prefeitos eleitos de seis cidades da Serra do Teixeira são diplomados durante solenidade


Os Candidatos que disputaram as eleições de 2016 e que foram eleitos ou reeleitos aos cargos de prefeitos e vereadores pelos próximos quatro anos foram diplomados nesta terça feira 13/12, em Teixeira no interior da Paraíba. As seis cidades que compõem a 30ª Zona Eleitoral desta cidade são: Cacimbas, Desterro, Imaculada, Maturéia, Mãe D´água e a anfitriã Teixeira. O cerimonial aconteceu no Casa de shows e eventos Olympús Hall, da referida cidade. 

Fizeram-se presentes ao evento, juízes de Direito, promotor de justiça, representantes da Ordem dos Advogados do Brasil- OAB, funcionários do judiciário, servidores do Cartório Eleitoral, Promotoria, poder legislativo, executivo municipal, Advogados, familiares dos eleitos e suplentes, além de simpatizantes e toda a imprensa local e regional que fez a cobertura da festa.

Ao fazer uso da palavra o Juiz de Direito, Gustavo Camacho, parabenizou os eleitos e chamou a atenção dos mesmos quanto aos próximos desafios a serem enfrentados pela frente e destacou o compromisso de se administrar os recursos públicos para todos com responsabilidade e transparência conforme determina às leis vigentes no país.

O Promotor de Justiça, Uiraçu de Melo Pereira, pediu prudência aos políticos, quanto à condução dos seus atos e diferenciou o termo política do termo gestão democrática, onde na ocasião ele explicou que esse primeiro trata da disputa por poder, enquanto que o segundo se refere a administrar os bens públicos para todos sem nenhuma distinção, “é isso que os novos gestores devem fazer, a fim de honrar a confiança da população”, ponderou o magistrado.

Na ocasião também discursaram as juízas, Jacicleide Vieira e Joseane Assunção Lopes Andrade de Sousa, onde a primeira destacou a importância dos trabalhos dos magistrados da 30ª Zona, na condução dos processos visando sempre manter a ordem por meio do zelo pelas leis. A segunda juíza saudou aos presentes e falou da satisfação de ter ficado oito anos a frente daquela comarca. 

Isabela se referiu à crise institucional que se vive na atualidade, a qual ela atribuiu a sua origem a natureza humana, que se corrompe facilmente pela falta de Fé em Deus, por falta de perspectivas de vida, ou pela ganancia por poder e coisas supérfluas. Para ela os escândalos políticos são atos que envergonham e atrasa a nação o que deve ser coibida pelos novos eleitos.

A juíza disse acreditar na educação enquanto mecanismo necessário para favorecer a mudança de mentalidade das pessoas de boa índole, com foco na transformação social e finalizou com a reflexão do saudoso Ulysses Guimarães que diz: “não roubem, não permitam que aqueles que estão próximos de você roubem e se for o caso, puna com cadeia quem cometer erros”.

O representante da Ordem dos Advogados do Brasil, o senhor Lucas Vasconcelos, exaltou os 85 anos de existência da instituição, a qual através dos seus advogados na condição de porta voz da sociedade vem se esforçando para garantir os direitos de todos os cidadãos brasileiros. Valone Dias na condição de representante do legislativo municipal elogiou a atuação da chefa do Cartório Eleitoral, Camila pelo seu desempenho durante as eleições deste ano. 

O vereador reeleito pelo município de Teixeira, Valone Dias refletiu sobre as funções dos parlamentares e pediu para que cada um fizesse uma avaliação se a sua conduta estaria correspondendo às expectativas da população que o elegeu. Valone lamentou os escândalos estampados nos principais noticiários, o que para ele, mancha a reputação dos bons políticos que ainda há nesse país. 

O prefeito de Teixeira Edimilson dos Reis (Nego de Guri), também lamentou a onda de corrupção que ocorre em todas as camadas da sociedade, o gestor reconhece as inúmeras dificuldades para se administrar os pequenos municípios que arrecadam cada vez menos por conta das quedas constantes do Fundo de Participação dos Municípios- FPM.

A pesar da crise, Nego afirmou que vem administrando para todos com responsabilidade e mantendo os servidores e fornecedores recebendo em dias, diferentemente do passado quando era preciso acionar a justiça para receber salários. O prefeito se declarou honesto e transparente com a coisa pública o que lhe fez ser o primeiro e último prefeito reeleitos de Teixeira, sendo um marco histórico daquela cidade, ao final do seu discurso ele foi ovacionado. 



A imagem pode conter: 11 pessoas, pessoas sentadas e multidão

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas em pé e terno


Fonte: Jornalista Olavo Silva- Cacimbas PB

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial