quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Sargento pede que a população ajude na identificação do exterminador de cachorros de Teixeira

No mês de julho de 2016, o Sargento José de Anchieta, fiscal de Rádio Patrulha da 4ª Companhia, entrou com uma denúncia no Ministério Público, solicitando que fosse instaurado um inquérito policial para apurar os maus tratos e a matança contra animais em nosso município.
Na denúncia foi relatado sobre a quantidade de animais soltos pelas ruas, a exemplo de cães e gatos, muitos deles doentes e necessitando de cuidados, inclusive, podendo transmitir doenças a seres humanos. Também foi exposto, que algumas pessoas (ainda não identificadas), de forma covarde e cruel, estão envenenando bichos para matá-los em quantidade alarmante.
A denúncia tem amparo legal na Lei Federal nº 9.605 (Lei dos Crimes Ambientais), em seu artigo 32 e na Constituição Federal de 1988. O nosso policial militar pediu em nome da população de modo geral (expondo fotos de animais envenenados e outros motivos para proteger os mesmos), para que fossem tomadas as medidas necessárias no sentido de coibir a ação criminosa e cruel contra animais indefesos.
O Sargento José de Anchieta disponibilizou seu telefone pessoal para quem quiser fazer uma denúncia sobre a identidade  do meliante que está envenenando cães e gatos em Teixeira: 99962-0504.
Só em 2017 mais de 40 gatos e cachorros foram mortos em Teixeira.  O exterminador de cachorros age em todos os bairros da cidade. No dia 31 de julho três cachorros foram encontrados mortos e, no dia 21 de agosto, mais quatro, e isso tem causado muita revolta na população.
Outro número disponibilizado é o da 4° Companhia de Polícia Militar:3472-2135.

Fonte - 4° Companhia de Polícia Militar e Folha Patoense

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial