sábado, 30 de dezembro de 2017

Homem é morto à pauladas e sepultado numa carvoaria em Maturéia. Acusado está preso.

RAIMUNDO MAIA- VÍTIMA
                    
Um homem de 39 anos foi encontrado morto e sepultado em meio a cinzas de uma carvoaria na zona rural da cidade de Maturéia na manhã de ontem, sexta-feira (29), por populares que viram grandes e sequenciados pingos de sangue no chão e ao seguir viram onde eles iam.

A polícia foi acionada e foi iniciada uma escavação. Ao perceberem que havia um corpo sepultado na carvoaria a escavação parou e mais policiais foram chamados para que um trabalho de perícia fosse iniciado.

Quando os demais policiais chegaram no sítio batinga do Tauá, um dos moradores da localidade, de nome Ivanildo Evaristo da Silva, de 39 anos, agricultor, se assustou e fugiu e, dessa forma passou a ser visto como suspeito de algum crime.

A polícia empreendeu diligências nas redondezas e conseguiu prendê-lo. Ele confessou o crime.

Ivanildo Evaristo disse que na noite da quinta, 28, por volta das 20 horas, matou a pauladas o também agricultor Raimundo Maia Vieira, de 44 anos, com quem já havia tido atritos antes. Logo após matá-lo ele o enterrou numa carvoaria, mas não eliminou as manchas de sangue que ficaram pelo chão.

Segundo o Sargento Edimilson, Operador de Rádio do destacamento de Teixeira, na casa do acusado a polícia encontrou um machado sujo de sangue e uma espingarda com o cabo quebrado. Há uma suspeita de que ele o matou a machadadas e golpes de cabo de espingarda. A perícia que está sendo feita é que vai dizer.

Acusado de matar agricultor a pauladas e enterrá-lo numa carvoeira é preso pela polícia em Matureia
IVANILDO EVARISTO- ACUSADO
Vitinho Galdino e Folha Patoense

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial