Últimas Notícias

Começam as inscrições do Garantia Safra 2018/2019, em Maturéia

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano irá visitar a partir de segunda-feira, dia 10 de Setembro, sedes de associações rurais de Maturéia para realizar as inscrições do Garantia Safra 2018/2019.  A atividade será promovida por meio de uma comissão de profissionais da Secretaria de Desenvolvimento, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER) e Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS).
A iniciativa de ir até ao agricultor (a) partiu do objetivo de proporcionar o alcance de mais populares do campo ao Programa Garantia Safra. As inscrições serão promovidas em 15 sedes de comunidades rurais do município, os agricultores que moram na zona rural ou na zona urbana devem comparecer na sua comunidade na data e horário marcados pelo calendário de inscrições do programa.  
“Diferente de outras safras, onde os agricultores tinham que se deslocarem da zona rural para a cidade para fazerem sua inscrição, este ano, a comissão irá até as comunidades rurais”, disse o Secretário Romero Firmino.
Para ter direito à inscrição no Programa Garantia Safra 2018/2019 o agricultor (a) deve ter plantado de 0,6 a 5 hectares de milho, feijão, arroz, mandioca ou algodão. Para realizar a inscrição, o agricultor (a) deve levar consigo a DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf) válida, CPF, RG e Carteira de Trabalho, no caso de famílias, a documentação requisitada deve ser do marido e da mulher.
Além disso, o agricultor (a) deve declarar a renda rural de todas as suas atividades do campo e a renda extra rural, se existir. Caso consta os dois tipos, a renda rural deve ser superior a renda extra rural para dá direito à participação ao programa.
Segundo Romero Firmino, é vedada a inscrição do agricultor (a) que não planta nenhuma das 5 culturas exigidas pelo programa; que plantou área menor de 0,6 ou maior de 5 hectares; de quem está recebendo ou recebeu nos últimos 12 meses Auxílio Doença ou Pensão previdenciária e de quem tem ou teve carteira de trabalho assinada em empresa pública ou privada nos últimos 12 meses.
SECOM