Últimas Notícias

Teixeira registra chuvas mas açudes não tem recargas tão significativas

Resultado de imagem para açudes em teixeira pb

Apesar do registro de chuvas em todo final de semana, (15,16 e 17), na cidade de Teixeira, os açudes da cidade não receberam recargas significativas. Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas do estado (AESA), dos açudes que são monitorados, apenas um deles tem mais de 1,0% do volume atual.

Foram somados durante o final de semana cerca de 143 milímetros na cidade de acordo com dados oficiais colhidos pelo responsável José Maria Xavier (Zé Maria do Sindicato). A previsão é que o tempo permaneça e segundo alerta do instituto Nacional de meteorologia (Inmet) deve chover nas próximas horas em Teixeira.

Conforme o setor de monitoramento e hidrometria da AESA com dados atualizados nesta segunda-feira, 18, o açude São Francisco II que tem capacidade para mais de 4 milhões de metros cúbicos de água, está com o volume atual de 17 mil metros cúbicos, ou seja 0,35%; já o açude Sabone que tem capacidade para mais de 1 milhão está com 15 mil metros cúbicos somando 0,78%. Ainda de acordo com os indíces o Riacho das moças também na zona rural que tem capacidade para 6.413.411 metros cúbicos de água esta com 43.006 metros no volume atual, ou seja 0,67%. O açude de Bastiana que cabe mais de 1 milhão de metro cúbico está com 13. 512 ou seja 1,06%.

O nível dos açudes é preocupante para a AESA e para os moradores que precisam comprar água de outros municípios paraibanos, ou aguardar para que o carro pipa da prefeitura municipal abasteça toda a cidade, contudo este último só abastece de quinze em quinze dias na mesma rua. 

Vitinho Galdino/ Teixeira em Foco