quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

‘Calvário’: Mais três acusados devem usar tornozeleiras eletrônicas, na PB

Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB), em João Pessoa — Foto: Ednaldo Araújo/TJPB

O desembargador Ricardo Vital de Almeida, relator da Operação Calvário no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), determinou nesta quarta-feira (26), o uso de tornozeleira eletrônica para o ex-secretário de planejamento do estado, Waldson Dias de Souza, Denise Krummenaur Pahim e José Arthur Viana Teixeira.

O G1 tentou entrar em contato com os três investigados, mas até as 20h desta quarta, as ligações não foram atendidas. O trio é investigado na ação que apura uma suposta organização criminosa suspeita de desvio de R$ 134,2 milhões de serviços de saúde e educação.

O desembargador determinou ainda o recolhimento domiciliar noturno, no endereço residencial da casa de cada acusado, das 20h até as 5h.

O ex-governador do estado, Ricardo Coutinho, e outros sete acusados também devem cumprir a determinação, que foi expedida para eles na última sexta-feira (21).

De acordo com o desembargador Ricardo Vital, o monitoramento pelo uso de tornozeleira eletrônica se justifica como medida de fiscalização do cumprimento das demais medidas cautelares impostas ao grupo. Se os investigados descumprirem alguma delas, poderão ter a prisão preventiva decretada.

Whatsapp Button works on Mobile Device only