segunda-feira, 9 de março de 2020

Bolsonaro afirma que passará por uma nova cirurgia

Ele, porém, não especificou quando será o procedimento e nem o motivo da intervenção médica. (Foto: Reprodução )
Em conversa com o humorista Márvio Lúcio, conhecido como Carioca, o presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo que vai fazer uma nova cirurgia. A declaração foi dada em quadro exibido no “Domingo Espetacular”, da TV Record. O presidente foi questionado por Carioca se fazia exercícios e disse que “só caminhava”. Em seguida, mencionou a necessidade da cirurgia. Ele, porém, não especificou quando será o procedimento e nem o motivo da intervenção médica.

Em janeiro do ano passado, Bolsonaro foi internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, para reconstruir o aparelho intestinal e retirar a bolsa de colostomia que utilizava desde a facada recebida durante a campanha eleitoral. Esse foi o terceiro procedimento cirúrgico a que o presidente foi submetido desde que sofreu o atentado, em setembro de 2018. Na ocasião, ele foi submetido a uma cirurgia de emergência em que os médicos abriram o abdômen para corrigir as lesões causadas pelo ataque. Na época, foi retirada uma parte lesada do intestino grosso, que foi ligado à bolsa de colostomia. Também foram realizadas três suturas no intestino delgado.

A gravação da conversa com o humorista ocorreu na última quarta-feira, quando Bolsonaro, ao deixar o Palácio da Alvorada, evitou comentar comentar a divulgação do tímido crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), que segundo o IBGE, teve alta de apenas 1,1%, a menor taxa desde o fim da recessão. Ele estava acompanhado de Carioca, que desceu de um dos carros do comboio presidencial fantasiado como Bolsonaro. O humorista estava com uma caixa cheia de bananas e a ofereceu para os apoiadores e jornalistas, em referência a um gesto que o presidente já fez em duas oportunidades para a imprensa.

Golden Shower: “Pergunta para o Carlos isso daí”
No "Domingo Espetacular", o humorista também abordou polêmica do Carnaval passado, quando o presidente compartilhou em sua conta oficial no Twitter um vídeo de um bloco em São Paulo e perguntou: "O que é golden shower?"

Ao ser questionado por Carioca se foi ele quem postou a pergunta, o presidente respondeu:

- Pergunta para o Carlos (Bolsonaro) isso daí. 

Filho do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) publicou, em outubro do ano passado, na conta oficial de Bolsonaro no Twitter, uma mensagem defendendo a execução de pena após condenação em segunda instância, horas antes da sessão marcada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para analisar o tema. Depois ele apagou a publicação. 

Em mensagem publicada em sua própria conta, na ocasião, Carlos afirmou que publicou "sem autorização do Presidente" e pediu desculpas. O vereador disse que não teve intenção de "atacar" ninguém e afirmou que queria "expor o que acontece na Casa Legislativa".

"Eu escrevi o tweet sobre segunda instância sem autorização do Presidente. Me desculpem a todos! A intenção jamais foi atacar ninguém! Apenas expor o que acontece na Casa Legislativa!", escreveu.

O Globo

Whatsapp Button works on Mobile Device only