terça-feira, 17 de março de 2020

Coronavírus: Governo da Paraíba discute medidas preventivas e anuncia telefone para dúvidas da população


O comitê gestor de crise voltado para o novo coronavírus (Covid-19) esteve reunido nesta segunda-feira (16) para debater ações de prevenção e controle da doença na Paraíba. Apesar de o Estado seguir sem registro de caso confirmado para a doença, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) apresentou medidas para minimizar os danos da incidência do vírus. Na reunião estiveram representantes de 16 secretarias e órgãos do Governo do Estado. Até às 15h49 desta segunda-feira, nenhum caso foi confirmado na Paraíba, 15 já foram descartados e 24 aguardam exames laboratoriais.

Na ocasião, a SES reforçou que a notificação de caso suspeito é obrigatória e deve ser realizada por todo serviço de saúde, público ou privado, ao atender algum paciente que se enquadre nos critérios definidos pelo Ministério da Saúde. Devem ser notificados os pacientes que apresentem queixa de febre, acompanhado de pelo menos um sintoma respiratório e que tenham chegado de viagem nos últimos 14 dias, de destinos com transmissão local. Pessoas que tiveram contato próximo, residam ou trabalhem com alguém que seja considerado caso suspeito ou confirmado para Covid-19 e que apresentem os mesmos sintomas de febre e gripe comum também devem ser notificadas.

Para que a população possa entender se está enquadrado como um caso suspeito, ou tirar dúvidas a respeito da doença, a SES disponibiliza um plantão 24h através do número: 99146.9790. De acordo com o secretário de saúde, Geraldo Medeiros, é essencial que a população se mantenha informada e vigilante no cuidado pessoal. “Disponibilizamos este número com um infectologista atendendo 24h por dia para esclarecer a população e orientar a respeito dos cuidados pessoais, até para que se previnam corretamente, protejam as outras pessoas e não caiam nas fakenews”, ressaltou o secretário.

Ainda durante a reunião foram reforçados os cuidados que devem ser tomados pela população. A SES orienta a lavagem periódica das mãos, cobrir nariz e boca ao espirrar com um lenço descartável ou utilizar a parte interna do braço e lavando-o em seguida e evitar locais com aglomeração de pessoas. “É preciso lembrar que o uso de máscara deve ser apenas para pessoas que estejam doentes, não é recomendado para a população em geral”, reforçou o secretário. Em caso suspeito é preciso seguir rigorosamente as orientações de isolamento domiciliar por até 14 dias, ou até o resultado dos exames descarte o caso.

SECOM PB

Whatsapp Button works on Mobile Device only