segunda-feira, 30 de março de 2020

Sobe para 17 o número de casos confirmados de coronavírus na PB

Foto: Francisco França/Secom-PB

A Paraíba está com 17 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta segunda-feira (30). Três casos foram confirmados nesta segunda. Um deles em um idoso de 69 anos, residente de João Pessoa. Ele segue em isolamento domiciliar acompanhado pela vigilância municipal.

Os dois novos casos confirmados na tarde desta segunda também são de pacientes que moram em João Pessoa. Um deles está internado em um leito de UTI do Hospital Clementino Fraga e o outro está em isolamento domiciliar. A SES ainda não divulgou os detalhes sobre cada caso.

Com este resultado, a Paraíba passa a contabilizar 13 casos em João Pessoa, 2 em Campina Grande, 1 em Igaracy e 1 em Sousa. Os quatro novos casos confirmados seguem em isolamento domiciliar acompanhados pela vigilância municipal.

Acompanhe os 17 casos por ordem crescente de confirmação:

Paciente, com idade não divulgada, que mora em João Pessoa
Paciente, com idade não divulgada, que mora em João Pessoa

Nesta segunda-feira, os exames haviam descartado apenas um caso com suspeita de infecção pelo coronavírus. Com isso, a Paraíba tem os seguintes destaques:

17 casos confirmados
349 casos descartados
Nenhuma morte

Segundo a SES, 90 casos suspeitos estão internados, sendo 25 em UTI, 13 deles em hospitais públicos e 65 em leito regular, destes, 31 em hospitais públicos.

Os três primeiros pacientes que tiveram os testes confirmados para o coronavírus estão recuperados, de acordo com o secretário de estado da saúde, Geraldo Medeiros. Conforme a assessoria da SES, os três já estão fora do período de 14 dias de transmissão da doença, estão bem e em casa.

Um outro caso de coronavírus foi divulgado pela prefeitura de Campina Grande na sexta-feira (27), mas o caso não é do novo coronavírus, que causa a Covid-19. Foi confirmado que se trata de outro tipo de coronavírus, o Corona NL-63, menos grave, de menor transmissividade e sem muitos riscos à saúde. O vírus foi detectado em uma mulher de 36 anos, que já está em casa.


Whatsapp Button works on Mobile Device only