segunda-feira, 23 de março de 2020

Vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira com idosos e profissionais de saúde, na PB

Foto: César Brustolin/SMCS
Começa nesta segunda-feira (23) a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza. Serão vacinados, primeiramente, os idosos e os trabalhadores de saúde que atuam na linha de frente do atendimento à população. A campanha foi antecipada e a decisão é mais uma medida de proteção a esses públicos, em especial aos idosos, já que a vacina é uma proteção aos quadros de doenças respiratórias mais comuns, que, dependendo da gravidade, pode levar a óbito.

A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários. Ano passado, a Paraíba atingiu 94,44%. Foram recebidas no primeiro envio 246 mil doses que já foram encaminhadas aos municípios paraibanos.

A segunda fase da campanha de vacinação contra a gripe começa no dia 16 de abril e contempla professores de escolas públicas e privadas, profissionais de segurança e salvamento e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Na sequência, a partir do dia 9 de maio, que também é o Dia D, a campanha será aberta para crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população indígena, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade. A vacinação será encerrada no dia 23 de maio.

“Do ponto de vista epidemiológico, as crianças são consideradas multiplicadoras de vírus respiratórios e, por isso, o Programa Nacional de Imunizações programou duas semanas de intervalo entre a primeira e terceira fase”, explicou Isiane.

Em 2020, até a 10ª semana epidemiológica (incompleta), dos 223 municípios da Paraíba, nove (4%) notificaram casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) hospitalizados. Do total de hospitalizados, 23 casos foram sinalizados com SRAG no ano de 2020, o que representa uma redução de 30% quando comparado ao mesmo período do ano anterior, que registrou 33 casos.

Em 2019, foram notificados nove óbitos por SRAG, sendo cinco deles em João Pessoa. Já em 2020, até o momento, foram notificadas cinco mortes, três delas na capital e duas no sertão do estado.

Vacinação a domicílio

De acordo com o Ministério da Saúde, a priorização dos idosos nessa primeira etapa, mesmo diante da não eficácia da vacina de Influenza contra o coronavírus, é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid-19. Além disso, a pasta considera os estudos e dados que apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos.

Uma preocupação é evitar que essas pessoas acima de 60 anos, público mais vulnerável ao coronavírus, precisem fazer deslocamentos no período esperado de provável circulação do vírus no país. O Governo do Estado recomenda que os municípios lancem estratégias de vacinação dos idosos casa a casa, para evitar aglomeração nos serviços de saúde.

Cidades que já anunciaram vacinação a domicílio para idosos

Conde: A Secretaria de Saúde da Prefeitura do Conde vai vacinar os idosos em suas residências pelas equipes das UBS na qual são atendidos.

Patos: A Prefeitura de patos pede que os idosos não se desloquem às Unidades de Saúde para procurarem vacina. Todos os idosos serão vacinados em suas residências.

Campina Grande: As equipes de Estratégia de Saúde da Família farão um cronograma para levar as vacinas, de rua em rua, para que os idosos não precisem ir até as unidades de saúde. Para os idosos que moram em áreas descobertas, ou seja, aquelas em que não há unidade de saúde, o agendamento poderá ser feito pelo Whatsapp lançado pela Secretaria de Saúde para essa finalidade: (83) 98700-1533. Já os trabalhadores em saúde devem se vacinar nas unidades de saúde onde trabalham ou nos Centros de Saúde.

Cabedelo: Nesta segunda-feira (23), a Secretaria Municipal de Saúde (Sescab) vai dispor de 24 carros exclusivos para ir em busca dos idosos em seus residências. O esforço concentrado pretende imunizar boa parte dessa população, evitando que ela se dirija à USF. Cada carro conduzirá um agente de saúde e um técnico em enfermagem. Nos demais dias, também haverá uma busca ativa pelos idosos. A meta é imunizar todos em suas residências.

João Pessoa

João Pessoa não terá campanha de vacinação a domicílio. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de João Pessoa divulgou os locais onde será vacinada a população idosa dentro da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza. Os locais de vacinação para os idosos podem ser acessados por meio de um link disponibilizado pela prefeitura. No entanto, os idosos em situações mais complicadas, segundo o secretário Adalberto Fulgêncio, serão vacinados em casa.

Whatsapp Button works on Mobile Device only