quinta-feira, 16 de abril de 2020

Covid-19 já causou duas mortes em Patos, dois homens jovens e conhecidos na cidade


A cidade de Patos já tem cinco casos confirmados de coronavírus, com dius óbitos, dois homens jovens: Danilo Figueiredo de Andrade, mais conhecido por Danilo da Farmácia, de 36 anos; e o engenheiro civil e inspetor do CREA Adriano de Souto Gomes, de 42 anos. ambos conhecidos em Patos e cujas mortes enlutaram a cidade.

Danilo da Farmácia

Morreu no começo da tarde da terça-feira, 31/03, no Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, onde estava internado há cinco dias o empresário Danilo Figueiredo de Andrade, de 36 anos, residente no Belo Horizonte, em Patos.

A Secretaria de Saúde do Estado confirmou que a morte do empresário patoense foi a primeira na Paraíba por coronavírus. Ele era diabético e asmático, o que o tornou mais vulnerável à doença.

Danilo era proprietário da Farmácia São Sebastião do bairro da Maternidade e em sociedade com o seu irmão André Figueiredo possuía também uma oficina de motocicletas, em Patos.

Moto era uma das suas grandes paixões. Era considerado um dos maiores motociclistas de Patos.

Deixa três filhos: duas meninas, de 14 e 10 anos, e um menino de oito anos.

A morte do jovem empresário abalou a cidade de Patos. Era muito conhecido, tinha muitos amigos e muitas são as mensagens de solidariedade à família.

Adriano de Souto Gomes

O quinto caso confirmado de coronavírus em Patos, e o segundo óbito, foi do engenheiro civil e inspetor do CREA Adriano de Souto Gomes, de 42 anos, que residia no bairro do Salgadinho.

Adriano descobriu uma leucemia já em estágio avançado há cerca de 22 dias e estava internado no Hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa.

Ele morreu na segunda-feira, 13, apresentando todos os sintomas do Covid-19 e nesta quinta-feira, 16, a Secretaria Estadual de saúde confirmou que os exames dele deram positivo para Covid-19.

Adriano era casado e deixa um filho de um ano de idade. Foi sepultado no Parque das Acácias, em João Pessoa.

Ele estava em João Pessoa há cerca de 22 dias, onde certamente foi infectado pelo Covid-19, pois só apresentou os sintomas dias depois de seu internamento para se tratar do câncer no Napoleão Laureano.

A morte dele repercutiu muito em Patos, onde era muito conhecido.

Whatsapp Button works on Mobile Device only