quarta-feira, 15 de abril de 2020

Família carente paga R$ 100,00 para sepultar mulher em cemitério público de Patos


A senhora Adenilda Maria de Sousa (foto), 48 anos, que residia na Rua Manoel Balbino, Bairro São Sebastião, em Patos, sofreu um infarto fulminante na noite desta terça-feira, dia 14, por volta das 23h00.

Duas equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ainda foram acionadas, porém, apesar de todos os esforços, a vítima veio a óbito ainda em casa. A família carente relatou que ela tinha outros problemas de saúde e lamentou a sua morte.

Diante da dor, a família marcou o sepultamento para acontecer na manhã desta quarta-feira, dia 15, às 09h00, no Cemitério São João Batista, Bairro Vitória, em Patos. Quando parentes e amigos chegaram ao cemitério receberam a notícia que o coveiro não havia aparecido para trabalhar.

Constrangidos, os parentes e amigos começaram a buscar meios para que o corpo fosse sepultado. Após várias ligações telefônicas e apelos, um trabalhador que mora nas imediações do cemitério decidiu ajudar a começou a cavar o local onde a mulher seria sepultada.

Por volta das 11h30 o corpo finalmente foi sepultado e o trabalhador recebeu uma gratificação através de ajuda de amigos da família enlutada. O caso revoltou os presentes que decidiram denunciar o descaso no cemitério.

A reportagem fez contato com o secretário de Obras e Serviços Públicos do Município de Patos, Juraci Dantas. O secretário relatou que o dinheiro será devolvido a família e que abrirá um processo administrativo para apurar a responsabilidade diante do caso.

Jozivan Antero – patosonline

Whatsapp Button works on Mobile Device only