quinta-feira, 21 de maio de 2020

Em tempos de isolamento social, forró propõe abraço à distância e une artistas do Nordeste; vídeo!

Lucy Alves, Elba Ramalho, Tom Oliveira e mais: artistas nordestinos se unem em clipe para conscientização sobre isolamento social. foto: reprodução

O debate ‘político’ em torno da conveniência ou não das medidas de isolamento social, promovido em grande parte pela decisão do presidente Jair Bolsonaro em não seguir as recomendações das autoridades de saúde e do próprio Ministério da Saúde, tem invadido o país. Mas no Nordeste surge um outro movimento, que não é político, mas utiliza o forró para difundir a ideia de ‘abraço à distância’. A proposta tem unido dezenas de artistas da região e já tem, inclusive, um hino: a música “Pra gente se abraçar”, do cantor e compositor baiano Del Feliz.

O clipe da canção, publicado nas redes sociais, tem a participação de vários artistas e forrozeiros paraibanos, a exemplo de Flávio José, Ton Oliveira e Genival Lacerda; mas traz também a participação de outros artistas consagrados da região, como Santanna e Waldonys.

“Quem diria que um dia, justamente por que eu te amo eu não ia querer te beijar. Quem diria então, que lavar as mãos, significaria cuidado consigo e com o outro também. Que o abraço de longe, de longe fosse um gesto prudente de quem de verdade quer bem”, diz um dos trechos da música. “Nunca foi tão importante estarmos juntos, ainda que mantendo distância. A humanidade nunca esteve tão assustada, mas a força do amor e da empatia prevalecerão”, comentou Del Feliz, autor também da música “Eu sou o São João”, premiada ano passado no Troféu Gonzagão.

Diante de milhares de mortes na Europa e da escalada de casos do coronavírus no Brasil, o ‘abraço à distância’ proposto pelos artistas nordestinos é o exemplo do quanto a cultura pode ajudar a promover boas práticas e ideias. Nesse caso, em específico, é a cultura contribuindo para salvar vidas.



Whatsapp Button works on Mobile Device only