sexta-feira, 17 de julho de 2020

Denise Reis, filha do Prefeito de Teixeira esclarece polêmica sobre recebimento do auxílio emergencial


A jovem universitária, Denise Reis, ontem (16) através das suas redes sociais, afirmou que o valor de R$ 600,00 do auxílio emergencial do governo federal, foi sim depositado em sua conta, porém ela não teria solicitado o benefício, e que devolveu o valor por entender que esse dinheiro seria para atender pessoas que realmente necessitam dessa ajuda.

Veja a publicação:

Boa noite, meus amigos. Venho por meio deste, esclarecer uma situação desconfortável a qual envolve meu nome. Fui mencionada em um blog, provavelmente alimentado por adversários políticos do meu pai, que está Prefeito do município de Teixeira. Ocorre que, recebi em minha conta pessoal o valor de R$ 600,00 (seiscentos) reais, sem nenhuma razão. Quando puxei o extrato, verifiquei que o valor havia sido depositado pelo Governo Federal, como se eu fosse beneficiária de algum benefício ou mesmo do auxílio emergencial. Porém, em momento algum fiz cadastro ou qualquer outro artifício para receber o referido auxílio, até porque, graças a Deus, não preciso. Ainda resido com meus pais, como todos vocês sabem, e esses arcam com meu sustento, meus estudos e tudo mais.

No momento que verifiquei o depósito em minha conta, falei com Painha e, na mesma hora, ele me pediu para que eu devolvesse esse dinheiro. Prontamente o atendi e procedi com a devolução, como vocês podem observar nos comprovantes com a data da devolução em 16/06/2020, antes mesmo de qualquer publicação a respeito.
Sou universitária, curso Medicina Veterinária nas Faculdades Integradas de Patos, sei das minhas responsabilidades e entendo que esse benefício é para atender pessoas que estão em estado de vulnerabilidade. Eu nunca me cadastrei em site algum para receber o Auxílio Emergencial, DIFERENTEMENTE DE MUITOS QUE TAMBÉM NÃO PRECISAM, MAS QUE ABRIRAM O SITE DO GOVERNO, FIZERAM O CADASTRO E RECEBERAM O AUXÍLIO.

Busquei informações e acredito que o motivo do depósito em minha conta foi por possuir o cadastro único (NIS), mesmo sem ser beneficiária de qualquer benefício. Porém, logo após o recebimento, fiz a devolução, por entender que não era devido o recebimento da minha parte e por pedido de Painha.
Como eu disse, graças a Deus que meus pais arcam com meu sustento e não preciso desse benefício. Porém, muita gente de nossa cidade está passando necessidade, precisa desse auxílio e estão sem receber. Mas, o que mais nos choca são essas pessoas que estão falando de mim, mas também não necessitam desse auxílio emergencial, mas foram lá, fizeram o cadastro, receberam o auxílio e agora tentam posar de bom moço dizendo que queriam reverter o valor em cestas básicas para enganar a população, tudo isso por estarmos em um ano eleitoral.

Eu, meu pai e toda minha família estamos sempre abertos para esclarecer qualquer situação, só não vamos deixar que notícias como essas passem impunes, pois os noticiantes devem arcar com o que falam.

Politica para quem gosta

Whatsapp Button works on Mobile Device only