quinta-feira, 3 de setembro de 2020

Dois homens são condenados a mais de 20 anos de prisão na PB por assaltar posto de combustível


Dois homens foram condenados pela Justiça por terem praticado assalto e um posto de combustível em janeiro de 2019, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa. Anderson Lucas Farias Morais foi condenado a 20 anos de reclusão e 45 dias-multa, e Carlos Eduardo de Andrade foi condenado a 26 anos e oito meses de prisão e 45 dias-multa. A sentença é do juiz Adilson Fabrício Gomes Filho, da 1ª Vara Criminal da Capital, e ainda cabe recurso.

De acordo com a denúncia, dois funcionários do estabelecimento foram surpreendidos pelos acusados, que, portando um revólver calibre 38, anunciaram o assalto, dizendo: "minha conversa é com o gerente! Abra o cofre, que eu sei que você tem a chave! É fita dada!".

Diante da abordagem, uma das vítimas informou que não tinha a chave do cofre. Nesse momento, os acusados começaram a espancar o funcionário, dizendo: "aperta! aperta que ele tem a chave", enquanto a segunda vítima permanecia abaixada. No assalto, os acusados conseguiram levar a quantia de R$ 4,5 mil do estabelecimento comercial, além do celular de um dos funcionários.

Na sentença, o juiz afirma que a materialidade e autoria delitivas encontravam-se devidamente comprovadas nos autos. "Não restando dúvidas acerca da materialidade e autorias do crime de roubo majorado pelo emprego de arma de fogo e concurso de agentes narrado na exordial acusatória, por conseguinte, diante de todo o amealhado probatório dos autos, é impossível se chegar a outra conclusão que não seja a certeza da culpabilidade dos réus", destacou.

O magistrado não concedeu aos réus o direito de solto apelarem da decisão, já que responderam toda a instrução presos. "Seria um contrassenso suas liberações, após sobrevinda de sentença condenatória, em regime fechado", ressaltou.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only